Sapa Food

Melhor do que falar sobre a roupa com estampa de maconha que Dado Donatela estava usando, o melhor foi minha incrível experiência no almoço de hoje. Tá! O blog não é pra falar de coisa minha mas tchocontá porque abrange os horizontes virtuais. Pois bem…

Luciano, um trabalhador sozinho e solitário, gosta de sair um pouco antes do meio dia pra não pegar restaurante tão lotado (uma vez quÊ se a fila tá grande, como trabalho próximo de um apartamento que só tem idosos, ela ainda não anda. falei! mas eu amo os velhinhos). Tá! Ai, para a felicidade geral da nação, foi como eu disse: NINGUÉM na fila. Até aí ok se não fosse um prato com R$ 7,00 só de salada. Aí avistei uma mesa grande, vazia, com apenas dois lugares ocupados. Duas mocinhas característicamente paty. Brincos grandes e brilhantes, muita maquiagem, rabo de cavalo, a tal da anabela e assim por diante. Então veio a parte boa…

Oh gente. Desculpaê mas se eu estou sozinho, no silêncio dessa nossa pátria mãe gentil, alguma conversa eu vou escutar (acrescente aí mais uns 50% de vontade de realmente escutar). Tudo normal, até que uma em alto e bom som fala pra outra:

– Mas como assim amiga? Termina com o cara e agora vira sapata? O que tá acontecendo nêga?

(pausa! Adoro papo de sapatão.) E a outra responde:

– Mas aí que tá! Não tá acontecendooo…

INEVITÁVEL! Eu tive que rir. Tentei disfarçar mas a da pergunta me olhou com uma carinha de “ta rindo porque passou pela mesma coisa né bicha?” que não deu. Eu sei que quando me dei por conta, as duas já estavam super a vontade com a minha pessoa e sem o menor pudor, a coisa foi ficando cada vez mais baixa.

Almoçar escutando alguém falar de “mas os peitos de fulana são grandes, ‘carnudos’, já viu?”. NA MESMA HORA eu olhei pro ovo frito no meu prato e enxerguei claramente um peito olhando pra mim.  

Já me acostumei com esse tipo de coisa porque né? Quem não é gay hoje, já não teve seu “momento de glória” algum dia ou não tem um dedo lá, levanta a mão? (se eu perguntasse quem é gay, aí aposto que ia rolar até ôla).

Mas postei isso porque a melhor parte foi quando eu descobri o nome da amiga (B-e-r-e-n-i-c-e) e ela perguntou pra outra:

– Mas e aí? Comé que foi? O que você sentiu? Qual foi a sensação?

Parei de comer na hora esperando a outra responder:

Foi a sensação de tudo rodaaaaaaaaaar… rodaaaaaaaaar… rodaaaaaaaaar…

2 Respostas

  1. [o que seria de mim nas aulas de software as quintas, sem esse seu blog?!]

  2. kkkkk
    adoro estas historias!😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: