Archive for julho \31\UTC 2009

Mural do passado
31 d e julho d e 2009

Celebridade que é celebridade tem guardado no armário um acervo de peculiaridades que dá gosto de ver. Claro que isso acontece com todo mundo porque né? O tempo é SIM o melhor amigo de todos nós.

Quem aqui num já pegou uma foto pessoal de 1998 e pensou: “Mel Tels! Será que nessa foto eu era bonito assim ou tava chupando limão?”. Acontece oras… Eu por exemplo tenho cada coisa guardada que é quase um folder publicitário de ritual de bruxaria. Lindo que só vendo.

Mas então, digo isso porque todo mundo tá cansado de ver fotos da Amy Winehouse jogada no chão, aprontando escândalos, toda trabalhada na pereba ou vivendo aquele momento “cadê a saúde que tava aqui? O crack comeu!”. Mas assim como nós, Amy Vinhocasa também já teve seus momentos de glória e sexy appeal.

Quando criança, a cantora já tinha carinha de quem não gostava muito de fotos, adorava fazer um bico, mas lá na infância a gente já tinha uma noção de onde vem o conceito daquele cabelo que só Amy é capaz de construir.

Os anos se passaram e o sexy appeal chega tomando espaço. Pele bem cuidada, cabelo bem tratado, aparência de quem ainda conhecia um bom prato de comida, quase uma Musa do Brasileirão.

Mas nem tudo é glamour bêuabô. Amy também já viveu seu momento Stefhany e achava que pra ser famosa tem que ser ousada.

A ousadia no caso seria pegar um vestidinho vermelho básico, daqueles de ir curtir uma tarde de sol no parque, e customizá-lo. Um resto de meia calça aqui, uma renda ali e nada melhor pro acabamento do colo do que pegar aquele tapete de fuxico e fazer aquele babado.

Por falar em babado… E aparelho ortodôntico amiga? Dentista? Já foi?

Anúncios

Chega de putaria
29 d e julho d e 2009

g1

Nó amiga, as raxa rodaram mesmo heim?! (inclinação da cabeça 35º a esquerda) Tadinhas! Fazer a putaria na garagem gente… É tráfico de pererecas? É isso?

A Maria Pelada achou que em tempos de crise, puteiro fica caro demais então bora colocar o canil do cachorro longe do canteiro, aplicar um mastro no meio do quintal e nesse clima de Lady Gaga, esquecer que garagem é pra carro. Carro? Ahn… Se não tem grana nem pra alugar um quartinho com alvará pra perdição, carro só se for dus freguês né?!

E o porão? Diz que tinha treta lá também, agora aquían… medo do que pode ser guardado naquele lugar heim.

A gente pode ter uma noção da coisa toda olhando pra cara da fulana que foi presa. Aí a gente olha fixamente e pensa…

Pai! E esse bigode gente? Essa felicidade toda é porque? Durmiu com o Bozo?

Quédizê…

Mais uma da popozuda
22 d e julho d e 2009

Tem hora que a gente arruma um dinheirinho a mais, resolve ir pra fora e faz nascer aquela grande interrogação nas cabeças alheias: O que fulana pensa da vida?

Pois é exatamente essa a minha reação quando resolvo refletir sobre umas imagens dessas:

G1

E aí que a amiga Valesca Popozuda resolve mostrar seu rebolado na capital do mundo e, no seu chamado tempo de descanso, a pessoa resolve aparecer no momento “opa, to bêbada! Borá queimar o filme?”. Rezaria pra ser assim, mas tenho certeza que nem socada na vodka a pessoa estava.

Amiga, com taaaanto lugar legal pra se explorar e com tantas possibilidades de fotos legais, quem vai pra Nova Iorque e resolve pendurar uma cobra no pescoço, fazer uma cara meiobeijinho/meionojinho/meiotômorrendodemedodessebichotiraelademim, e ainda mostrar pra todo mundo,  como se isso fosse o sucesso internacional. Eu nem quero comentar da necessidade de mostrar a bunda junto à estátua ao fundo (clique em foto) porque né? Vão falar que eu to pegando no pé demais.

Agora cá entre nós. Depois, quando dizem por aí que pobre quando começa a ganhar dinheiro resolve comprar tudo que vê na frente, há quem duvide. Filha, ta querendo queimar o filme geral da nação? Que porra de unha é essa? Se quer representar o Brasil, me taca uma melancia na cabeça, vai passear pelada de chuteira na Times Square, sei lá… Faz qualqué coisa criatura, mas veste uma luva porque isso aí que você chama de unha num tá bonito não?!

Aliás, alguém pode arrancar os dedos dessa mulher antes que ela me aparece com outra bobagem?

O carai ta liberado
21 d e julho d e 2009

É isso mesmo!

Yahoo Notícias

O Yahoo divulgou uma matéria onde fala que “palavras de baixo calão reduzem a dor”. Não sei se quando a meninada ler essa matéria se as mães vão achar tão legal assim, mas se isso tivesse sido publicado a um tempo atrás, eu fico imaginando a cena da minha mãe me batendo com chinelo e eu gritando: PORRA MÃE! CARALHO MÃE! (Aliás, não sei porque mas quando eu quero xingar, caralho é a primeira coisa que me vem a boca.. porquê? – uhum! Pelo sim ou pelo, a pesquisa até que faz sentido.)

E eu tô adorando saber disso porque acabei de imprimir a matéria e vou deixar aqui no mural da agência. É a prova concreta de que na próxima vez que eu bater a canela na cadeira, ao invés de sentar, ficar assoprando e gritar “aaaaaaaaaaiannn… alguém me traga um band-aid das Meninas Super Poderosas”, vou poder honrar com a barba que guardo na cara e gritar:

– PORRACARALHOBUCETAVAITOMANOCÚAIGENTEQUEHORROR…

Mas antes de acabar, só uma coisa: Gentshy! Eu AMO essas pesquisas que o Yahoo divulga. É tanta coisa inesperada né? Daqui a pouco sai uma daquelas tipo, “estudos comprovam que Leão Lobo foi sim a dublê de Uma Babá Quase Perfeita”.

“mai és” pra futebol
15 d e julho d e 2009

Cara, porquê? É a pergunta que não se cala.. PORQUÊ? Parece que as pessoas são realmente fanáticas e definiram que futebol + final = gente mongolóide se esguelando pelas ruas. Tipo Resident Evil com aquele monte de doente gritando zêêêêêroooo… Fala se num é? Óh:

1) Nesse dia pode ter certeza de uma coisa: o assunto nunca será outro. Caiu mais um avião, dessa vez no Irã. E DAÍ? Era avião da mafia azul? Não? Então hoje ninguém quer saber.

2) Porque todo mundo grita? Botá a cara fora da janela do carro, no meio de um sinal de trânsito e gritar ZÊRO vão trazer algum benefício? Porque em época de Olimpíadas o povo num grita JUDÔ, DAIAAANE… É uma característica de torcedor num é? Então!

3) Cadê o fidiquenga que me tacou um rojão na janela? Quêque isso gentshy… Torcer, vencer, tem mesmo que ser sinônimo de barulho? Aí ok! Se cruzeiro perder, vai todo mundo economizar fogos pra festa de 15 anos da filha… Sei! Amigo, já parou pra reparar que você escuta os fogos mas NUNCA vê quem soltou? (se bem que se a gente encontra um sujeito desse na rua, capaz de enfiar uma bomba em cada narina da pessoa)

Não! Cansei.. canseeeeei.. Aqui perto do meu trabalho ta pior que final de Copa do mundo e eu num guento mais ouvir “zero”. E outra: é tradição de torcedor usar roupas largas, com muita informação trabalhado no azul calcinha, e ter que insistir naquele maldito cabelo duro/loiro? Alguém cutuca e dá o recado que fantasiar de cantor Belo já foi?!

E aí alguém ainda me pergunta: “E você Lu? Vai ver o jogo aonde?”

– JOGO? Eu já falei


Trance irmão
14 d e julho d e 2009

é trance irmão… é trance!

Obaaaaaaaaa-mã
10 d e julho d e 2009

O futuro é 3
9 d e julho d e 2009

E lá vem Beyoncé lançando mais um novo hit pra rebolar a três. Mas por favor, se liga na Pomba Gira levando a cantora para o universo paralelo…

Apavora Azeitona
8 d e julho d e 2009

A pista é um poema:

Com sorriso marcante, chegou com cara de mutante;

Achou que estava apagado, Íris quis mudar seu penteado;

Ao invés de um cabelo escovado, o gato ahazou na franja de lado;

Ela estava tímida e ele empolgado, ela vendia azeitonas e ele se jogava no rebolado.

Porquê mêu forte é a rima bêuabô!

Falha da dicçaum
3 d e julho d e 2009

ALOW?! Alguém começa a fazer campanha de fonoaudiólogos pra geral porque a coisa não tá bonita… Não tô de zuera! Sei lá o que ta rolando, mas as viada Ê as não/quase viada já não sabem mais falar o português. Tá pescando mosca no dente aí fulana, então primeiro prestenção no diálogo:

– Hey! tudo bem?

– Oiammmm…

– Tava com saudade de você amiga…

– Ai! Fala não! Chorey!

– Me conta as novas?

– Tô sem bapho bee…

– Eu até tenho, mas depois te conto! Eu preciso dar uma saidinha, nos falamos depois. beijoca!

– Ahazam!

(Ignore o fato que escrevo assim e acompanhe a vida real!) Em questão, o fulana verde estava tentando qualquer diálogo com a fulano rosa, mas cadê? Não sei se essas coisas só acontecem comigo, mas tenho a impressão que pessoas que conversam assim já tem as respostas prontas na cabeça, tipo um regra:

1) Se te cumprimentarem, se joga no excesso de “m”, “n” ou qualquer outro cume silábico que te faça parecer uma doce criança mongolóide. Mas atenção, a idéia é ser omai dal possível. Se tiver na web cam, faça cara de fofinha, mande beijo, mas deixe parecer que está tendo ataque generalizado de retardadice crônica. Sempre funciona!

2) Se manifestarem qualquer sentimento quanto sua pessoa, faça a linha resumida. Exemplo? hmmmmm… “ai Lu, que blog chato!” – CAGUEY!… “ai fulana, que vestido lindo!” – COMPREI!… “ai amor, que saudade” – TAMBÉM!… aaaai…

3) Fofoca é sempre sinal de coisa boa né? Babado, Baphão, Tititi… Que porra é essa de tititi?

4) E não menos importante, esse “ahaza” parece que cai bem em qualquer frase né? É lamentável mas tenho a impressão que qualquer bebê hoje em dia, ao invés de começar falar “papai” ou “mamãe”, tem que soltar um AHAZA. Oooooooooooh disgreta! “Estou postando no blog” – AHAZA… “Estou com sono” – AHAZA”… “Você sabe falar outra coisa?” – AHAZO… Gente! Porquê?

Aí imagina se essa moda pega mundialmente:

Amigumms.. Viemos através desse papelê avisar a galerê que estamos Chokz com a morte da nossa Diva Pop. Antes que todos pensem que o babado é Brinkz, lamentamos dizer que Michael foi pro sacol. Estamos todos emuxos nesse momento, mas faremos o possível pra deixar a geral por dentro do baphão. Força na peruca people, pois o rei do pop quer ver todos ahazando na pixxxta!

Beijos e AHAZA!

Família Jackson